seguindo por e-mail

Instagram

quarta-feira, 19 de junho de 2013

Correspondente de guerra?

Estou neste momento indo para o Castelão, sabendo e já tendo visto que seu entorno virou praça de guerra.
Praça de guerra.
Estou num ônibus oficial do evento, o da imprensa.
Isso é bom e é mau.
Bom porque o motorista vai sendo orientado para pegar rotas alternativas, que evitem o conflito.
Mau porque, neste momento de confusões de todos os tipos, um ônibus da Fifa pode virar alvo de violência.
Já cobri sete Copas do Mundo e duas Olimpíadas.
Jamais vi ou senti nada nem parecido com o que sinto agora.
Imagino o que diria se, por exemplo, coisa parecida acontecesse, por exemplo, na África do Sul.
E imagino o arrependimento da Fifa por ter, num acordo espúrio com Ricardo Teixeira para que ele não enfrentasse Joseph Blatter nas eleições da entidade, escolhido o Brasil.
Claro, ninguém poderia prever, mas aqui mesmo se escreveu algumas vezes que as duas indiscutíveis vitórias de Lula, ao fazer do país sede dos dois maiores eventos do mundo, poderiam sair pela culatra, serem tiros no pé.
É o que já está acontecendo.
Eu que escolhi a cobertura esportiva pela paixão, passo a ter uma pálida ideia do que vivem os colegas correspondentes de guerra.
E não estou achando a menor graça…
Mas sigo firme defensor do direito de protestar.

SOBRE O AUTOR

Kestão de Opinião!?!

Blogger

siga-me os bons

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Kestão de Opinião!?!. Tecnologia do Blogger.

Posts em Destaque

Parcerias

Nosso Banner


Seguidores

Postagens populares

Arquivo do blog

Agregadores e Parceiros

Tecnogospel: Os melhores links evangélicos ClicMais.net Sua Rede de Links Tedioso: Os melhores links

Total de visualizações