seguindo por e-mail

Instagram

quinta-feira, 22 de novembro de 2012

Brasil afasta fantasma do pênalti e vence Superclássico

A estratégia utilizada pelos hermanos foi o poder de força pressionando dentro do gramado, e isso não foi difícil, tanto, que conseguiram. Fizeram um gol de pênalti, levaram outro em seguida, mas foram soberanos e reverteram a situação: 2 a 1. Como o jogo de ida, em Goiânia, também ficou neste placar, o resultado foi para os pênaltis.

Arriscado ou não, era a hora de arrancar a zica que pairava sobre o futebol brasileiro na hora dos pênaltis. Gracias! A partida pode ter sido frustrante para alguns, mas como invencibilidade e soberania não se impõe, a conquista do Superclássico, pra gente, já está valendo!

Primeiro Tempo

Aos cinco minutos, a Seleção Brasileira apareceu com Tiago Neves. Sem direção precisa, a bola apenas saiu pela linha de fundo. Logo em seguida, a Argentina retrucou com Sebá Dominguez. Em tentativa de finalização, a bola bateu em Lisandro Lopes e riscou a trave de Diego Cavalieri.

Aos 12 minutos, Neymar surpreendeu. Na melhor chance do jogo, até o momento, o atacante partiu em diagonal desde a defesa até a grande área argentina. Ao tentar o passe para Fred, ele não conseguiu finalizar a jogada.

Aos 23 minutos, por pouco, a Argentina não abriu o placar. Depois de cobrança de escanteio com Matinez, Montillo pegou o rebote e tocou para Sebá Dominguez. Na sequência, a bola sobrou com Martinez, mas acabou saindo pela última linha. Com 32 minutos, Neymar recebeu lançamento de Arouca, dentro da grande área, mas a bola foi pra fora.

Segundo tempo

A etapa complementar começou sem grandes jogadas nos primeiros minutos, apenas um risco adversário aos três minutos. Martínez recebeu lançamento de Guiñazu e ficou cara a cara com Cavalieri, não conseguiu fazer o domínio e perdeu a chance do gol.

Dominando a partida, aos 16 minutos, o Brasil desperdiçou boa chance de abrir o placar em uma cobrança de escanteio. Paulinho chutou de qualquer jeito e perdeu a oportunidade. Aos 28 minutos, um lance polêmico. Martinez caiu na área brasileira e pediu pênalti. O juiz não deu bola e mandou seguir.

Porém, foi só uma questão de tempo. Aos 34 minutos, a pressão foi fatal e o pênalti também. Ignacio Scocco fez o gol e abriu o placar em La Bombonera. Só que quem tem o artilheiro do Brasileirão, tem tudo! Em menos de um minuto, Fred, mostrou que não é campeão nacional à toa e fez o dele.

A defesa brasileira apagou aos 45 minutos. A partida estava praticamente ganha, mas uma bobeada fez a argentina devolver o placar. Montillo correu no meio campo e tocou para Scocco. O atacante não perdeu a chance e fez o segundo gol, levando a partida para os pênaltis.

Nas penalidades, o Brasil venceu por 4 a 3 e levou a taça do Superclássico das Américas. Converteram para a Seleção Brasileira: Thiago Neves, Jean,, Fred e Neymar; apenas Carlinhos errou. Sebá Domingues, Scocco e Orión fizeram os gols argentinos; Martinez e Montillo erraram.

FICHA TÉCNICA: ARGENTINA (3) 2 X 1 (4) BRASIL (Pênaltis)
Superclássico das Américas (jogo de volta)

Data: 21/11/2012
Horário: 22 horas
Local: Estádio La Bombonera, em Buenos Aires (ARG)

Árbitro: Enrique Osses (Chile)
Assistentes: Francisco Mondria e Carlos Astroza (ambos do Chile)

ARGENTINA: Orión; Lisandro López, Sebá Domínguez e Desábato; Peruzzi, Cerro (Ahumada), Guiñazu, Montillo e Vangioni; Martínez e Barcos (Scocco).

BRASIL: Diego Cavalieri; Lucas Marques (Bernard), Réver, Durval e Fábio Santos (Carlinhos); Ralf, Paulinho, Arouca (Arouca) e Thiago Neves; Neymar e Fred.

by: Portal 730

SOBRE O AUTOR

Kestão de Opinião!?!

Blogger

siga-me os bons

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Kestão de Opinião!?!. Tecnologia do Blogger.

Posts em Destaque

Parcerias

Nosso Banner


Seguidores

Postagens populares

Arquivo do blog

Agregadores e Parceiros

Tecnogospel: Os melhores links evangélicos ClicMais.net Sua Rede de Links Tedioso: Os melhores links

Total de visualizações