seguindo por e-mail

Instagram

quinta-feira, 27 de junho de 2013

Thiaguinho, Pezinho e Vitinho são os ‘grandes’ nomes da MPB de hoje

Entre as músicas mais tocadas no país em 2012, algumas foram compostas por Thiaguinho, Rodriguinho, Pezinho e Vitinho. A campeã de execuções tem cinco palavras no título, das quais quatro são monossílabos. Sem dúvida, a música brasileira vive agora um momento menor.

A liderança é incontestável. “Ai Se Eu Te Pego” rodou o mundo, de coreografia de gol do Real Madrid à trilha sonora de estação espacial. Com sua letra, digamos, minimalista, não teve barreiras.

Mas a análise da lista mostra que o hit de Michel Teló não é uma fatalidade isolada, é indício de uma pandemia.

A lista recém-divulgada pelo Ecad (Escritório Central de Arrecadação e Distribuição, órgão responsável pela arrecadação de direitos autorais no país) engloba execuções em rádios, shows, casas noturnas e bares com música gravada ou ao vivo, salões de festas e até karaokês.

Juntando tudo isso, o domínio é forte do sertanejo universitário –o Ministério da Educação deveria fazer algo contra essa denominação.

Teló leva medalhas de ouro e bronze, porque aparece também em terceiro, com “Humilde Residência”. Entre as telonianas, surge “Balada”, de Gusttavo Lima, exemplo mais bem-acabado do ídolo sertanejo moderno, de calça justa e cabelo espetado.

Em quarto lugar aparece o pagodeiro Thiaguinho e sua “Fugidinha”. Ele é autor de quatro canções entre as 50 mais executadas, com os parceiros Pezinho, Rodriguinho e Gabriel Barriga.

Não é aconselhável se falar em um embate entre sertanejo e pagode. Em busca de sucesso amplo e fácil, artistas de um gênero cantam sem preconceito hits do outro. O exemplo mais célebre dessa promiscuidade é Teló incluir “Fugidinha” em seus shows.

A inglesa Adele, maior vendedora de CDs no planeta, é a única estrangeira entre as dez mais, com duas músicas.

Percorrer a lista até a 50ª posição mostra muitos títulos da fórmula “pegar você”. Alguns chamam a atenção, como “Camaro Amarelo”, de Munhoz & Mariano, em 17º –cada geração tem o “Fuscão Preto” que merece– e “Sou Bravo (Sou Foda)” (16º), obra de Vitinho Avassalador que dispensa comentários.

Os únicos nomes de uma MPB mais consolidada no top 50 são Tim Maia, com “Não Quero Dinheiro” (15º) e “Gostava Tanto de Você” (47º), e Ben Jor, com “País Tropical” (38º). A presença desses hits mais antigos se deve às execuções em karaokês.

Como casas de festas estão incluídas, “Parabéns a Você” surge em 13º lugar! Sim, a música que todos cantam nos aniversários tem registro oficial. Foi composta por duas irmãs americanas em 1912 e tem tradutores brasileiros.

Se esse ranking representasse qualidade musical, “Parabéns a Você” superaria sertanejos e pagodeiros.

SOBRE O AUTOR

Kestão de Opinião!?!

Blogger

siga-me os bons

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Kestão de Opinião!?!. Tecnologia do Blogger.

Posts em Destaque

Parcerias

Nosso Banner


Seguidores

Postagens populares

Arquivo do blog

Agregadores e Parceiros

Tecnogospel: Os melhores links evangélicos ClicMais.net Sua Rede de Links Tedioso: Os melhores links

Total de visualizações