seguindo por e-mail

Instagram

domingo, 17 de março de 2013

Jogador grego é suspenso da seleção por gesto nazista

Neste sábado (16), o AEK venceu o Veria por 2 x 1 em jogo válido pela 26ª rodada do Campeonato Grego. No entanto, o grande "destaque" da partida foi o jogador Giorgos Katidis, que em sua comemoração de gol, fez um gesto semelhante ao de Hitler, símbolo do nazismo alemão.

O gesto não agradou ao clube, que pediu desculpas por isso, à torcida e nem à Federação Grega, que resolveu banir o jogador da seleção nacional para sempre.

Por conta da polêmica, o jogador resolveu, por meio de sua conta do Twitter, resolver o problema. "Não sou racista de jeito algum. Abomino o fascismo. Não faria o gesto se soubesse que significa alguma coisa. Eu sei das consequências e não farei mais isso", escreveu o jogador.

De acordo com Katidis, ele quis homenagear seu colega de equipe, Michalis Pavlis, que, lesionado, assistia à partida no estádio.

O jogador grego já defendeu a seleção de seu país em todas as categorias de base, sub-17, sub-19 e sub-21. No entanto, agora, ele não deve mais jogar pelo país. Por meio de uma nota oficial, a federação de futebol do país condenou a atitude do jogador.

Veja abaixo a nota na íntegra:

Em reunião extraordinária neste domingo, 17 de março, 2013, a Secretaria Executiva da Federação Grega de Futebol decidiu, em resposta à saudação nazista George Katidis no jogo AEK x Veria e após análise de todos os dados, por unanimidade, o seguinte:

A energia do jogador para saudar os espectadores como nazista é brutal e afeta profundamente todas as vítimas das atrocidades nazistas, ferindo o caráter pacífico e profundamente humano do futebol. A Federação condena de forma inequívoca e categoricamente a atitude.

No âmbito dos seus poderes, decidiu pela exclusão de George Katidis da seleção. A Federação Grega de Futebol previu fenômenos análogos e já incluem a proibição desse tipo de ação nos contratos que os jogadores assinam com as equipes.

A HFF está certa também que os órgãos disciplinares competentes devem intervir de forma decisiva e impor as sanções previstas no Código Disciplinar para o crime. Entre as penas mais pesadas ​​no futebol, a Fifa instituiu para tal casos o banimento total do atleta.

Finalmente, a Federação Grega de Futebol tomará todas as medidas necessárias para preservar a natureza pacífica do futebol, e para promover os valores da solidariedade, da cooperação e do respeito que professa.

by: Placar

SOBRE O AUTOR

Kestão de Opinião!?!

Blogger

siga-me os bons

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Kestão de Opinião!?!. Tecnologia do Blogger.

Posts em Destaque

Parcerias

Nosso Banner


Seguidores

Postagens populares

Arquivo do blog

Agregadores e Parceiros

Tecnogospel: Os melhores links evangélicos ClicMais.net Sua Rede de Links Tedioso: Os melhores links

Total de visualizações