Livro de Stephen King lançado em 1974, Carrie, A Estranha foi a primeira obra do gênero publicada pelo autor e terá mais uma versão lançada no cinema, dia 29 de Novembro aqui no Brasil.
A sinopse. Imagino que deve ser difícil alguém desconhecer a história de Carrie, A Estranha, mas enfim…
Carrie White é uma jovem que não faz amigos em virtude de morar em quase total isolamento com sua mãe, uma pregadora religiosa fanática. A garota é menosprezada pelas colegas e Sue Snell, uma das alunas que zombam dela, fica arrependida e pede a seu namorado que convide Carrie para um baile no colégio. Mas Chris Hargenson, uma aluna que foi proibida de ir à festa, prepara uma armadilha para ridicularizar Carrie em público. O que ninguém imagina é que a jovem possui poderes paranormais e muito menos conhece sua capacidade de vingança quando está repleta de ódio.

Enquanto a data de estreia não chega, veja algumas curiosidades sobre os filmes feitos a partir do livro:

O primeiro filme, de 1976, foi dirigido por Brian De Palma e estrelado por Sissy Spacek, John Travolta, Amy Irving e Piper Laurie.carrie-a-estranha-1976
Curiosidades: 
* O nome da escola de Carrie, Bates High, é uma referência a Norman Bates, de Psicose;
* A atriz Sissy Spacek não estava cotada para o papel de Carrie White, até que o diretor de arte - e também seu marido - Jack Fisk solicitou uma audição para a atriz. O diretor Brian De Palma gostou tanto de Spacek que resolveu dar a ela o papel principal do filme; 
* Betty Buckley, que faz uma professora de ginástica no filme, interpretou a mãe de Carrie na versão musical para o teatro.

Em 1999, 23 anos após o lançamento de Carrie, A Estranha, teve uma sequência A Maldição de Carrie, com Emily Bergl.A-Maldicao-de-Carrie
Curiosidades:
* A atriz Sissy Spacek, que interpretou Carrie White no filme original, chegou a ser convidada para aparecer em uma ponta neste novo filme, mas recusou a oferta. Entretanto, ela aceitou que as cenas em que atuou no primeiro filme fossem utilizadas em A Maldição de Carrie, como flashbacks de Sue Snell; 
* O nome do asilo de loucos no filme, Arkham, é uma referência ao famoso asilo de mesmo nome existente nas histórias em quadrinhos do personagem Batman;

Depois uma versão para a TV em 2002, com Angela Bettis.carrie-a-estranha-2002
Curiosidades: 
* O final do filme foi realizado pensando em uma possível série de TV. Entretanto, como o filme não foi bem recebido, o seriado nunca saiu do papel 
* A realização da cena do sangue levou três dias de filmagem

Agora, em Novembro deste ano, mais uma versão chega às telas estrelada por Chloë Grace Moretz e Julianne Moore, como Margaret White, mãe de Carrie.carrie-a-estranha-2013
Curiosidades: 
* A personagem principal Carrie foi oferecida a Shailene Woodley, que o recusou. 
*  Chloë Moretz concorria ao papel com Dakota Fanning, Emily Browning, Bella Heathcote, Haley Bennett, Lily Collins, Hailee Steinfeld, Lindsay Lohan e Megan Fox. 
* Jodie Foster chegou a ser considerada para interpretar a mãe de Carrie, papel que ficou com Julianne Moore. 
* No primeiro cartaz divulgado do filme é possível ver a frase "You will know her name" (traduzindo, "Você saberá o nome dela"). Trata-se de uma referência ao último verso da canção título do musical baseado no filme original e exibido na Broadway, onde era dito "Someday someone will know my name!" (traduzindo, "Um dia alguém saberá o meu nome") 
*  O remake será uma adaptação direta do livro.

Minha opinião?
carrie-stephen-kingBem, li o livro e assisti as duas versões (de 1976 e 2002). 
O livro é sensacional, eletrizante, com boas doses de muito suspense e você não desgruda dele, até terminar.
Em nenhum dos filmes  as coisas são tão intensas quanto é mostrado no livro, desde as humilhações na escola, os pensamentos de Carrie e a loucura da mãe fanática (a última vez em que se encontram então!). 
E a forma como é escrito faz com que você simplesmente se veja na pele da protagonista, sentindo a sua raiva, vergonha e humilhação. E te faz também conhecê-la muito bem e sentir pena.
Carrie White não é um monstro, mas uma pobre menina que sofre abusos na escola por ser diferente e mais ainda em casa, que é onde deveria encontrar conforto, mas tem uma mãe doida que a xinga e humilha mais ainda. 
Covardia falar da primeira Carrie nos cinemas Sissy Spacek, não acham?  Se Brian De Palma gostou dela, quem sou eu pra dizer o contrário! Minha única crítica é a respeito dos “carões” que ela faz, como na imagem neste post, quando ela tá virada no capeta! Não parece um pouco exagerado? Bem, pra época talvez não, sei lá. 
Agora, em matéria de esquisitice, Angela Bettis é perfeita para o papel. Ela é o sofrimento em pessoa! Até quando está sorrindo, você sente pena pois tem certeza que ela tá sofrendo! Acho que ela é a personalização da Carrie White! Talvez até demais…
Sobre Chloë Moretz… ela é linda, não? Muito linda! Na minha opinião, linda demais pra fazer esse papel. 
Eu sei que essa cara de anjinho pode se revelar (como aconteceu em Deixe-me Entrar), mas para o perfil da Carrie, tenho dúvidas… Melhor esperar pra ver, né?

Veja o trailer do filme e tire as primeiras impressões:

by: Dastore

0 comentários:

Postar um comentário

Arquivo do blog

Teste Teste Teste

Teste Teste Teste